DESESTRESSANDO PAIS E FILHOS




(Um processo de educação eficaz)




Conversando com uma adolescente em fase de conclusão do ensino médio constatei o seu grau de stress, confusão e desolamento com a escolha de sua futura carreira. Isto é um problema que aflige a todos os jovens e que naturalmente estressam os seus pais. Lembrei-me dos meus 17 anos, onde também não tinha a menor ideia do que iria fazer na minha vida profissional.  Não sei se consegui, mas tentei mostrar alguns caminhos e principalmente de que a sua dúvida é perfeitamente normal.  Cerca de 50% dos jovens desistem e não se formam em cursos onde fizeram a sua primeira opção de carreira. Isto mostra o elevado grau de indefinição compreensível dos jovens. As famílias que podem bancam a graduação no exterior em Universidades especialmente focadas nesta questão.  Ao ler a matéria (fonte) vi que já há no Brasil convênios de Universidades brasileiras com Universidades Americanas onde o aluno ingressa na universidade sem um curso definido e passa por dois anos em disciplinas amplas. Trabalha-se com um conjunto de disciplinas baseado na ideia de que a pessoa precisa ter um conhecimento de mundo mais amplo para depois então decidir pela sua escolha profissional.  Os estudantes são expostos a disciplinas de artes, ciências naturais e físicas, comunicação, ética, filosofia, entre outras. São matérias fundamentais não só para a formação do ser humano e do cidadão, mas para todas as profissões. E só a partir do segundo ano ele faz a sua escolha de carreira profissional. Tem diversas vantagens que podem ajudar a diminuir essa evasão que é um problema grave. Parece ser um início de modelo educacional que vai germinar com consequências extremamente vantajosas para o Brasil e para os nossos futuros profissionais. Boas práticas servem de exemplo. As Universidades públicas e privadas deveriam seguir este novo caminho.  




Comentários

Popular Posts

REVISÃO DO FGTS - INPC X TR ( PERÍODO DE 1999 A 2013)

COMO CORRIGIR O PASSADO - A VIDA TODA

PECULIO INSS