O PÚBLICO E O PRIVADO ( TODOS MORTAIS)


( iguais mas sem privilégios)

O funcionário público deveria ter os mesmo estímulos que um colaborador da iniciativa privada. Salários compatíveis com o mercado, participação nos resultados, com base em indicadores atingidos, e FGTS. Não deveria ter estabilidade no emprego e teríamos apenas os realmente demandados pelos processos e aprovados em concurso público.  E o concurso deveria ser o instrumento justo utilizado para buscar os melhores profissionais, levando em conta não apenas a competência profissional mas também a competência comportamental, como no mercado de trabalho.  Mas não deveria ser o instrumento de perpetuação de emprego com garantia de renda para o resto da vida. Não deveria ser prêmio de loteria para alguns. Hoje, por exemplo, temos 13 milhões de desempregados na iniciativa privada e o governo naturalmente  não paga as suas contas nem garante os seus empregos. O risco deveria ser igual para todos. Tão óbvio e tão difícil de ver isto ocorrer na gestão pública.  É só rever a constituição federal, fazendo todos os mortais (públicos e privados) iguais perante a lei. 
fonte:https://www.facebook.com/rankingdospoliticos/videos/1725165364268500/


Comentários

Popular Posts

REVISÃO DO FGTS - INPC X TR ( PERÍODO DE 1999 A 2013)

COMO CORRIGIR O PASSADO - A VIDA TODA

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO - APOSENTADO INSS - aumento de margem 40%