800 MILHÕES

( o aumento dos procuradores públicos)


 

Na esteira dos aumentos aprovados para os ministros do STF o Ministério Publico Federal ( de carona)  já aprovou  também para a sua tribo 16%  de reajuste salarial. O efeito dominó dos reajustes da gestão pública, que deverá alastrar-se para os nossos ricos estados e municípios,  deverá atingir 800 milhões de impacto em nosso pobre orçamento dos 3 poderes. O salário de um procurador da república varia entre 28 e 33 mil, ou seja, 30 mil reais em média.  Com o reajuste de 16% o novo salário médio será de 34.8 mil reais. 
O salario de um consultor(profissional) sênior no mercado ( segundo a pesquisa Robert Ralph de 2018) na área jurídica, é de 18 mil reais, que atinge 22.5 mil reais com um abono médio de 3 salários/ano pagos usualmente pelas empresas no mercado.  
Concluindo, assim como os Juízes que já recebem em média 22% a mais do que os executivos no mercado, nosso procuradores que já recebem 33% passarão a receber mais 55% do que seus similares no mercado. 
A conclusão lógica é que ao invés de receberem 16% de reajuste os nossos procuradores deveriam ficar sem aumento pelos próximos seis anos, para nivelarem-se aos seus pares no mercado .
Nossos magistrados e procuradores, diferentemente das pessoas que trabalham no mercado de trabalho dos mortais : 1) não se fundamentam na realidade presente, mas no argumento passado de não terem sido reajustados desde 2015; 2) Não se preocupam com o encantamento do seu cliente (que somos nós) e sabem que tem seus empregos garantidos,  independentemente de suas atitudes e performances;3) ignoram a realidade do país, com uma dívida de 77% do PIB (correndo para 100%) e déficit fiscal anual crescente, de 159 bilhões previstos para este ano.
Tomar decisão sem arcar com as responsabilidades é muito fácil. Nada a perder, sem dúvida, e com dívida.


Comentários

Popular Posts

REVISÃO DO FGTS - INPC X TR ( PERÍODO DE 1999 A 2013)

COMO CORRIGIR O PASSADO - A VIDA TODA

PECULIO INSS