BARREIRA

( AINDA É POUCO )

(Texto do jornal o globo de 14/10)
1,5% dos votos, em um terço dos estados, com pelo menos 1% em cada um deles. Ou, então, a partir de nove deputados distribuídos em um terço da Federação. A barreira subirá acada eleição até atingir 3% em 2030. E que não se altere esta regra. Mesmo com um percentual baixo de barreira, a pulverização de votos chegou a tal ponto no Brasil que cálculos não oficiais indicam que 14 partidos podem perder o acesso ao Fundo Eleitoral.

O partido NOVO é o único com credibilidade suficiente para "startar" no congresso ( com seus novos 8 deputados federais) o fim do fundo partidário, que só em 2018 sangrou 2.5 bilhões do nosso orçamento. Sem dinheiro público, apenas com os seus filiados, agora tem 24 parlamentares federais, estaduais e municipais. Provou que isto é mais do que possível e indispensável.

Em resumo, os novos e antigos partidos que quiserem participar da política devem ser capazes de angariar recursos próprios dos seus filiados e simpatizantes. Veremos então quem de fato é considerado representativo pelo seu eleitor. Vamos ver que é que "sem grana" consegue mobilizar intenções de voto. Teremos realmente um novo Brasil sob a ótica eleitoral representativa. 

JOÃO TEIXEIRA DE AZEVEDO NETO


Comentários

Popular Posts

REVISÃO DO FGTS - INPC X TR ( PERÍODO DE 1999 A 2013)

COMO CORRIGIR O PASSADO - A VIDA TODA

PECULIO INSS