FALTA CREDIBILIDADE AO STF



STF decidiu que os crimes de caixa 2 deverão ser julgados pela justiça eleitoral. Em princípio seria apenas haver julgamento por uma justiça especializada e mais bem preparada para fazê-lo. O insumo continua sendo o mesmo, o processo montado pelo trabalho da policia federal e da acusação do ministério púbico. O que muda então é quem julga, novamente mais preparado tecnicamente para fazê-lo. Teoricamente, se isto é verdade os políticos e seus advogados deveriam brigar para não serem julgados por ela, e não ao contrário. O maioria do STF com seus juízes (que adoram um "show off") está mais preocupada com ciúmes da chamada  "república de Curitiba" ( dos procuradores e juízes da operação "lava a jato") do que com a certeza de que os culpados serão bem  julgados e punidos. Toffoli, Gilmar mendes e Lewandosky, para variar, deram provas disso. Barroso (como sempre o mais lúcido e  contrário a decisão) prometeu trabalhar no sentido de dar mais estrutura e efetividade à justiça eleitoral. A história dos magistrados do STF como sempre se repete. Com casa, comida e roupa lavada até os 75 anos, e pensão vitalícia (chovendo ou fazendo sol), ignoram sistematicamente à opinião pública. 

  FONTE: 


JOÃO TEIXEIRA DE AZEVEDO NETO

Endereço:  Avenida das Américas, 700 - bloco 3 / sala 227 

Barra da Tijuca (RJ)

Fones: 021.986672754 / 021.35766808












Comentários

Popular Posts

REVISÃO DO FGTS - INPC X TR ( PERÍODO DE 1999 A 2013)

COMO CORRIGIR O PASSADO - A VIDA TODA

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO - APOSENTADO INSS - aumento de margem 40%